A LIÇÃO DO FOGO


Um membro de determinado grupo, ao qual prestava serviços regularmente, sem nenhum aviso deixou de participar de suas atividades.

Após algumas semanas o líder daquele grupo decidiu visitar o membro afastado; era uma noite muito fria!

Ao chegar à casa encontrou o homem, sozinho, sentado diante da lareira onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.

Adivinhando a razão da visita, o homem deu as boas vindas ao líder, conduzindo-o a uma grande cadeira à frente da lareira, onde permaneceu ao lado do visitante, quieto, esperando.

Confortavelmente acomodado no lugar que lhe fora indicado, o líder ficou calado e, no silêncio que se formara, apenas contemplava a dança das chamas em torno da lenha que ardia.

Após alguns minutos o líder examinou as brasas que se formaram e, cuidadosamente, selecionou a mais incandescente de todas, empurrando-a para um lado.

Voltou a sentar-se, permanecendo imóvel, enquanto o silêncio profundo que se estabelecera, permanecia.

O dono da casa prestava atenção a cada movimento do líder, enquanto fascinado e quieto observava que aos poucos a brasa solitária diminuía de intensidade, até que um brilho momentâneo - como um último suspiro - anunciava o apagar das chamas que até há pouco a incandesciam.

Em pouco tempo o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão, recoberto por espessa camada de cinza.

Nenhuma palavra havia sido dita desde o cumprimento inicial entre os dois amigos!

O líder, então, antes de se preparar para sair, empurrou novamente o carvão frio e inútil, colocando-o de volta no meio do fogo.

Quase que imediatamente o carvão voltou a incandescer, alimentado pela luz e pelo calor das brasas que ardiam em torno dele.

Quando o líder já alcançava a porta, para ir-se embora, o homem lhe disse:

Obrigado por sua visita e pelo belíssimo sermão; estou voltando ao convívio do grupo.

REFLEXÃO

Aos membros de um grupo - seja ele qual for - vale lembrar que fazem parte da chama e que, longe dos demais, perdem todo o brilho e a razão de ser.

Aos líderes vale lembrar que são os responsáveis por manter acesa a chama de cada um e pela união entre todos os membros, pra que o fogo seja realmente forte, eficaz e duradouro.

"Curvai-vos perante a poderosa mão de Deus"

Autor desconhecido

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atlântida – No Reino da Luz – Vol. 1.

LIVRO - A HISTÓRIA DE UM ANJO