Postagens

Mostrando postagens de Julho 26, 2009

Mercado da fé

Frei Betto

Como os supermercados, as igrejas disputam entre si a mesma clientela. A diferença está em que eles oferecem produtos mais baratos e elas prometem alívio ao sofrimento, paz espiritual, prosperidade e salvação.

Mas não há enfrentamento nessa competição. O que há, são prejuízos explícitos em relação a outras tradições religiosas, em especial as de raízes africanas, como o Candomblé ou a Macumba e, claro, à Umbanda e ao Espiritismo.

Se não cuidarmos agora dessa desarmonia de expressões religiosas distintas da nossa, poderemos terminar, em futuro próximo, em atitudes fundamentalistas, como a “síndrome das cruzadas,” ou seja, a convicção de que, em nome de Deus, o outro deve ser desmoralizado e destruído.

Quem mais incomoda se sente com a nova geografia da fé; a igreja católica. Quem foi rainha não perde nunca a majestade, diz o ditado. Nos últimos anos o número de católicos no Brasil caiu em cerca de 20%. Hoje ainda ocupamos 73,8% da população religiosamente ativa, mas nada indica …

O que é a Energia?

“Quanto abrir tua Bíblia, pede ao Autor que Abra teu coração”

Do site “Sabiduria Arcana”, a partir de "Um Manual para a Ascenção", do Mestre Ascencionado Serapis Bey

Cada um de vocês possui um número de corpos.
Normalmente as pessoas estão familiarizadas com apenas um deles, o corpo físico; geralmente nem têm consciência da existência dos corpos emocional, mental e espiritual.
Todos esses corpos são compostos de energia, mas essa energia não pertence ao espectro eletromagnético com o qual vocês estão familiarizados, como a luz, as ondas de rádio e os raios X. Falo da energia que se sobrepõe a essa que lhes é familiar, que se encontra por detrás dela; e por detrás do que a humanidade está acostumada a chamar de matéria.
Essa energia de que falo não pode ser captada pelos instrumentos da ciência, porque esses instrumentos também são feitos de matéria e nenhum deles pode detectar freqüências maiores do que aquelas emitidas pelos materiais de que são feitos.
A energia de maior freqüên…

O Carma é...

Texto retirado do livro "O EVANGELHO À LUZ DO COSMO" - Ramatis - págs. 223/224.


O carma significa a lei em que toda causa gera efeito semelhante, que abrange o próprio destino dos homens, quando todos os atos e todas as causas vividas pelos espíritos em existências físicas anteriores, ficam posterior e hermeticamente vinculados aos seus efeitos semelhantes no futuro! Carma, portanto, é essencialmente a “causa” e o “efeito”, enfim, o controle dos acontecimentos originais aos seus resultados posteriores. Sob o mecanismo cármico ocorre a retificação que equilibra, esclarece, segrega, mas fortifica, pois obriga o credor à liquidação mais breve de sua dívida pregressa, mas também o liberta para decidir quanto ao seu futuro.

Não é uma lei especificamente punitiva, pois se disciplina rigorosamente, também premia generosamente o bom pagador, comprovando a lei que será dado “a cada um conforme as suas obras"! O Carma que deriva da Lei Divina ou da pulsação da própria Lei Cósmica, …

SOBRE MEDIUNIDADE DE CURA

Imagem
RAMATÍS

"Resgatai o Universalismo Crístico que existe na Espiritualidade e não vos deixeis levar pelas incompreensões geradas, muitas vezes, pela ausência de conhecimento ou pelo excesso do saber, que esvaziam ou preenchem demasiadamente a casa mental, obnubilando-a.
Quando falardes em mediunidade de cura deveis alargar os horizontes:

- das benzedeiras do interior do país, aos pretos velhos "incorporados" nas tendas umbandistas;

- dos curadores com galhos de arruda em humildes choupanas da periferia de vossa cidade, às mesas espíritas dos centros tradicionais;

- dos banhos domésticos de descarrego com ervas maceradas, aos templos rosa-cruzes bem situados;

- das simpatias das vovós analfabetas, às diversas igrejas decoradas com suntuosidade;

- das pajelanças dos silvícolas, nas matas, aos consultórios dos terapeutas holísticos;

- das rezadeiras choramingonas, às lojas teosóficas.

Todos, onde quer que prepondere o amor, inevitavelmente serão instrumentos, locais e motivos de traba…

Pensamento do Dia

A cada nova existência, o homem tem mais inteligência e pode melhor distinguir o bem e o mal.(ALLAN KARDEC)

Apegos

Apegos
Texto de Hortênsia Galvis
Traduzido do espanhol por:
Arquimedes Estrázulas Pires

Desde muito cedo as pessoas nos têm ensinado a estruturar a vida como se as circunstâncias fossem permanentes; como se a existência ideal consistisse em ficarmos amarrados a uma experiência estática, onde a realidade fosse imutável.
Aprendemos a buscar estabilidade para achar a felicidade e essa carência falsa tem nos levado a apreciar mais a rigidez da morte do que a fluidez da vida.
A tendência de continuar repetindo velhos e ultrapassados conceitos é o grande obstáculo que impede o acesso do espírito humano à abertura da consciência; uma fórmula bastante eficaz, diga-se de passagem, para produzir o engessamento da vontade de crescer e de evoluir.
A vida marca ciclos de aprendizagem e quando um desses ciclos se completa e tudo se consuma, devemos ter a sabedoria de seguir adiante sem olhar para o que já passou…

AFIRMAÇÃO E NEGAÇÃO

Paul Ferrini

Se quer estabelecer uma ligação profunda com a sua natureza espiritual, você tem de compreender com clareza e profundidade o que você precisa afirmar e o que você precisa negar. Num nível mais simples, pode-se dizer que a verdade tem de ser afirmada e a falsidade negada.
O amor tem de ser afirmado e o medo negado.
A essência tem de ser afirmada e a aparência negada.
O problema em afirmar a verdade, o amor e a essência é que muitas vezes não sabemos o que eles são.
Como podemos afirmar a verdade, se não sabemos qual ela é?
Como podemos afirmar o amor, se temos medo e somos contraditórios com relação a ele?
Como podemos afirmar a essência, se estamos sempre buscando a aprovação dos outros?
Em geral, para conseguir afirmar a verdade, temos de praticar a negação.
Se eu me sinto confuso, tenho de reconhecer, "Essa confusão não é minha verdade".
Se eu sou contraditório com relação aos meus sentimentos, tenho de admitir, "Essa contradição não é o amor."
Se eu …