terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Aos companheiros de jornada


A vida se sucede em ciclos e estamos chegando a mais um deles.

A esses ciclos damos o nome de ano, século, milênio, ou era... conforme o referencial que adotemos para situar qualquer fato ou ocorrência.

Curiosa e coincidentemente estamos nos aproximando de um novo ano e muito recentemente chegamos a uma nova era; tempo de refletir sobre quem somos, de onde viemos e pra onde estamos indo; tempo de pensar em nós mesmos e em Deus, Criador de todos os mundos, de todos os seres e de todas as coisas!

Nessa busca permanente da verdade vamos caminhando para a Perfeição enquanto o relógio do tempo vai passando - despercebido muitas vezes, descuidadamente outras tantas – pelo nosso existir e nos tornando sábios.

Porque é enquanto caminhamos que aprendemos sobre a estrada e sobre o sentido dela. Se, como num passe de mágicas chegássemos ao seu final sem por ela haver andado, nada saberíamos sobre o percurso e, portanto, nada teríamos aprendido sobre o ir.

O mesmo acontece quando, por medo ou indecisão, paramos no tempo e, sem percorrer a estrada, contemplamos um horizonte que só muito mais tarde conheceremos.

A sabedoria exige conhecimento e este só se adquire... caminhando!

É chegado o final do ano de 2009 e, como a vida é movimento constante, chega também o novo ciclo; estamos adentrando às portas de 2010!

Há muito pouco tempo - apenas nove anos! – começamos caminhar pelas estradas do Terceiro Milênio, o Portal da Nova Era e não nos demos conta disso!

Não obstante isso... estamos andando; o tempo não para e a vida é um moto-contínuo!

Caminhamos, portanto, para a perfeição que, inconscientemente, buscamos; será o gran finale da nossa caminhada eternidade afora! É pra lá que estamos indo, porque esse é o caminho e é através dele que evoluímos o “quantum” necessário para nos apercebermos do fato de que somos seres “criados à imagem e semelhança de Deus”. É dEle, portanto, que viemos!

Então agora já sabemos de onde viemos, quem somos e para onde estamos indo!

Sabendo disso já não nos será permitido agir diferentemente; temos obrigações para com as nossas origens e precisamos nos esforçar na prática do bem, do amor ao próximo e da caridade! É esse o testemunho que precisamos dar sobre o nosso amor e o nosso respeito a Deus, Criador!

Diante dessa constatação, Salomão teria dito que “assim será escrito e assim será feito”!

Precisamos fazer o mesmo!

Na ânsia de que assim seja, desejo a cada um de vocês que dividem os caminhos do mundo comigo, um extraordinário e festivo “final de ciclo” e um 2010 repleto de bênçãos, saúde, paz, Luz, progresso e prosperidade material e espiritual.

E porque é indispensável ser feliz, tenham um...

FELIZ ANO NOVO!!!!!!!

Arquimedes Estrázulas Pires

domingo, 27 de dezembro de 2009

Em atenção à vida em 2010

Albert Einstein, o grande Físico, costumava dizer que “há uma força motriz mais poderosa que o vapor, a eletricidade e a energia atômica: a vontade.”

Vamos fazer essa Força Poderosa agir em benefício de nós próprios enquanto beneficiamos a humanidade com um pouco do que pudermos dar de positivo e divino aos que caminham conosco; cada um fazendo esforço nesse sentido, certamente tornaremos melhor o mundo à nossa volta e, conseqüentemente, a depender de quantos se disponham a isso, será possível melhorar um bom tanto de tudo o que está mal colocado por aí.

Agindo assim estaremos produzindo energias de alta freqüência, equilíbrio, paz e Luz!

O mundo agradecerá e, sem nenhuma dúvida, nós e todos os demais que o habitarem, em qualquer tempo, nos sentiremos mais úteis, mais felizes e mais prósperos material e espiritualmente.

Que o Espírito e o Amor do Cristo sejam sentidos em nossos corações em todos os momentos do Ano de 2010 e em Todos os dias que nos restam sobre a Terra!

FELIZ ANO NOVO!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

É Natal

Que esse espírito de harmonia com o Universo, que nesta época e em todos os anos brota, insistente, ainda que inconscientemente em grandes porções da humanidade, seja capaz de transmutar todas as incertezas e todos os medos, em Segurança Emocional, Amor e Paz em nossos corações e em nossas vidas.

Porque esse espírito de harmonia com o Universo é o Amor de Deus chamando nossa atenção para o fato de que somos Uno com o Todo; somos filhos do Criador e, portanto, também somos Um Só, com Ele!

O Nascimento do Menino Jesus simboliza toda a grandeza que o Amor produz e todo o brilho da Luz Divina que há em cada um de nós. Como todo Propósito de Deus, Jesus Veio entre nós para dizer que nada há, no Universo, que não seja justificado pela Onipresença do Pai; se Ele está em tudo e em todos os lugares, também Está em nós; em nosso “Eu Maior” e em nossos corações.

Se de fato temos Jesus com o Grande Mestre, precisamos seguí-lo; afinal de contas os mestres precisam ser seguidos; ou não poderão ser considerados mestres!

Nenhum discípulo será capaz de aprender, se não for persistente na determinação de se parecer com Quem lhe Ensina!

Que a Luz de Deus e a Paz do Menino Jesus sejam o envoltório de proteção à saúde, às realizações importantes e à prosperidade material e espiritual, que você deseja, espera e quer!

FELIZ NATAL!

domingo, 29 de novembro de 2009

O encanto dos Orixás



Leonardo Boff

Quando atinge grau elevado de complexidade, toda cultura encontra sua expressão artística, literária e espiritual. Mas ao criar uma religião a partir de uma experiência profunda do Mistério do mundo, ela alcança sua maturidade e aponta para valores universais. É o que representa a Umbanda, religião, nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1908, bebendo das matrizes da mais genuina brasilidade, feita de europeus, de africanos e de indígenas. Num contexto de desamparo social, com milhares de pessoas desenraizadas, vindas da selva e dos grotões do Brasil profundo, desempregadas, doentes pela insalubridade notória do Rio nos inícios do século XX, irrompeu uma fortíssima experiência espiritual.

O interiorano Zélio Moraes atesta a comunicação da Divindade sob a figura do Caboclo das Sete Encruzilhadas da tradição indígena e do Preto Velho da dos escravos. Essa revelação tem como destinatários primordiais os humildes e destituídos de todo apoio material e espiritual. Ela quer reforçar neles a percepção da profunda igualdade entre todos, homens e mulheres, se propõe potenciar a caridade e o amor fraterno, mitigar as injustiças, consolar os aflitos e reintegrar o ser humano na natureza sob a égide do Evangelho e da figura sagrada do Divino Mestre Jesus.

O nome Umbanda é carregado de significação. É composto de OM (o som originário do universo nas tradições orientais) e de BANDHA (movimento inecessante da força divina). Sincretiza de forma criativa elementos das várias tradições religiosas de nosso pais criando um sistema coerente. Privilegia as tradições do Candomblé da Bahia por serem as mais populares e próximas aos seres humanos em suas necessidades. Mas não as considera como entidades, apenas como forças ou espíritos puros que através dos Guias espirituais se acercam das pessoas para ajudá-las. Os Orixás, a Mata Virgem, o Rompe Mato, o Sete Flechas, a Cachoeira, a Jurema e os Caboclos representam facetas arquetípicas da Divindade. Elas não multiplicam Deus num falso panteismo mas concretizam, sob os mais diversos nomes, o único e mesmo Deus. Este se sacramentaliza nos elementos da natureza como nas montanhas, nas cachoeiras, nas matas, no mar, no fogo e nas tempestades. Ao confrontar-se com estas realidades, o fiel entra em comunhão com Deus.


A Umbanda é uma religião profundamente ecológica. Devolve ao ser humano o sentido da reverência face às energias cósmicas. Renuncia aos sacrifícios de animais para restringir-se somente às flores e à luz, realidades sutis e espirituais.

Há um diplomata brasileiro, Flávio Perri, que serviu em embaixadas importantes como Paris, Roma, Genebra e Nova York que se deixou encantar pela religião da Umbanda. Com recursos das ciências comparadas das religiões e dos vários métodos hermenêuticos elaborou perspicazes reflexões que levam exatamente este título O Encanto dos Orixás, desvendando-nos a riqueza espiritual da Umbanda. Permeia seu trabalho com poemas próprios de fina percepção espiritual. Ele se inscreve no gênero dos poetas-pensadores e místicos como Alvaro Campos (Fernando Pessoa), Murilo Mendes, T. S. Elliot e o sufi Rumi. Mesmo sob o encanto, seu estilo é contido, sem qualquer exaltação, pois é esse rigor que a natureza do espiritual exige.

Além disso, ajuda a desmontar preconceitos que cercam a Umbanda, por causa de suas origens nos pobres da cultura popular, espontaneamente sincréticos. Que eles tenham produzido significativa espiritualidade e criado uma religião cujos meios de expressão são puros e singelos revela quão profunda e rica é a cultura desses humilhados e ofendidos, nossos irmãos e irmãs. Como se dizia nos primórdios do Cristianismo que, em sua origem também era uma religião de escravos e de marginalizados, “os pobres são nossos mestres, os humildes, nossos doutores”.

Talvez algum leitor/a estranhe que um teólogo como eu diga tudo isso que escrevi. Apenas respondo:
um teólogo que não consegue ver Deus para além dos limites de sua religião ou igreja não é um bom teólogo. É antes um erudito de doutrinas. Perde a ocasião de se encontrar com Deus que se comunica por outros caminhos e que fala por diferentes mensageiros, seus verdadeiros anjos. Deus desborda de nossas cabeças e dogmas.


...

*Leonardo Boff é autor de "Meditação da Luz. O caminho da simplicidade" - Vozes 2009

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Ser humano



Deepak Chopra – do livro "A Cura Quântica" - Editora Best Seller

Tradução para este Blog: Arquimedes Estrázulas Pires


Se pudéssemos ver nosso corpo físico como o veria um investigador da física quântica, perceberíamos que é composto por átomos e que os átomos estão dispostos através de espaços vazios, aparecendo, desintegrando-se e desaparecendo, constantemente.

Ainda que pareçam, essas partículas não são objetos materiais; na realidade são flutuações de energia no campo energético. Proporcionalmente, o espaço ocupado por tais partículas é tão vazio como o espaço intergaláctico. Cada átomo do corpo físico poderia ser comparado a um sistema solar completo.

Se pudéssemos vê-lo tal como é, sem o artifício da experiência sensorial, não veríamos nada além de um grande vazio com alguns pontos materiais e descargas elétricas isolados.

O vazio é o terreno essencial do nosso ser. E esse vazio não é uma porção vazia do nada, mas uma plenitude de inteligência não material. Isso é o que somos: inteligência não material que se expressa como corpo material. O corpo material vem e vai, mas a inteligência não material, a plenitude de inteligência não material, permanece para sempre. Está além do tempo e do espaço. É ela que estrutura a experiência do corpo físico.

Se pudéssemos conhecer tudo isso mediante a experiência e não apenas intelectualmente, desapareceriam todos os nossos problemas, porque nos daríamos conta de que não somos seres humanos com experiências espirituais ocasionais, mas que, na verdade, somos seres espirituais com experiências humanas ocasionais.

Essa mudança básica de percepção eliminaria nossa crise de identidade e modificaria, completamente, nossa maneira de interagir com nossos semelhantes; mudaria todo o Universo e o jeito como o experimentamos.

A Cura pelo Pensamento – A Cura Quântica

O Pensamento é um atributo da alma e tem uma acção modeladora do organismo desde a formação do embrião.

A acção curativa faz-se através das irradiações fluídicas do pensamento ou pela utilização de formas-pensamento, feitas individualmente ou em grupo de pessoas preparadas para o mesmo objectivo.

O pensamento se propaga através do fluido universal, como o som se propaga pelo ar, e alcança distancias consideráveis em segundos, podendo ser utilizado para o tratamento à distancia. Facto documentado por vários cientistas por todo o planeta.

As curas pelo pensamento são grandemente beneficiadas com a participação de mais de uma pessoa que se reúnem e, mesmo estando distantes umas das outras, se concentram num mesmo horário para a realização do mesmo objectivo.

A cura pelo pensamento pode, portanto, ser realizada a distancia sem limitações., foi o que provou a equipe de cientista chefiadas pelo norte americano Robert N. Miller, bem como tantos outros, em vários hospitais americanos e europeus.

O pensamento concentrado é dotado de poder de actuação maior do que o pensamento disperso, semelhante aos raios solares, que, concentrados por uma lente convergente, podem incendiar um objecto inflamável.

Os pensamentos positivos têm uma dupla actuação: podem ajudar a própria pessoa que os emite e os pacientes a que se destinam.

Toda criatura deve saber que a alegria dos seus semelhantes mais próximos começa muitas vezes num sorriso seu, oriundo de um pensamento bom.

O ser que compreende essa verdade pode tornar-se um centro de irradiação de energia, uma fonte de luz e de amor, viver com saúde e alegria, e ter condições para ajudar outras pessoas, através das vibrações dos seus pensamentos rectos.

A cura quântica é, essencialmente, a cura espiritual realizada pelo pensamento que é um atributo da alma e ele próprio em nossa opinião de natureza quântica, apesar de fisiologicamente falando ser electroquímico, face à densidade cada criatura.

A cura espiritual vem sendo estudada sob um prisma cientifico, à luz dos conhecimentos actuais, que identificam um ponto de encontro entre a ciência e a realidade da alma, através do pensamento. Observar, comparar e julgar – Allan Kardec.

Há 150 anos, quando a ciência ainda não havia formulado as bases da teoria quântica, fazendo-se luz no inicio do século XX, Allan Kardec escreveu no livro A Génese, paginas 294-5 item 31, que "O Espírito, encarnado ou desencarnado, é o agente propulsor que infiltra num corpo deteriorado uma parte da substancia do seu envoltório fluídico. A cura se opera mediante a substituição de uma molécula malsã por uma molécula sã", reafirmado pelos espíritos de Joanna de Angelis e de André Luiz.

Como as moléculas são formadas de átomos, verifica-se que o sábio de Lion estava certo ao lançar as bases cientificas da cura espiritual centrada na molécula, e pode ser considerado o precursor dos conceitos modernos da actual Medicina.

O poder de curar pelo pensamento depende da forca de actuação energética, da vontade, da elevação espiritual e do interesse daquele que se propõe realizar a cura, sendo tanto mais eficaz quanto maiores forem os quanta de energia utilizada para tal fim.

O Dr. Deepak Chopra, no livro A Cura Quântica, descreve a cura de doenças como o cancro utilizando a energia mental. Suas observações foram feitas na cidade de Boston, nos Estados Unidos, sob rigoroso controlo de diagnóstico e de evolução dos doentes tratados.

A cura quântica evidencia a ligação entre a Ciência e a Moral – a ciência do bem –, a Fé.

Desta maneira, já não existe razão para que a Ciência e a Fé se mantenham separadas (quando falamos de fé referimo-nos a uma fé racional, liberta de crendices, superstições e dogmas). Para tanto, vale a pena lembrar as palavras de Thomas Edison, espírito, contidas no livro Reflexões no meu Alem de Fora, ditado pelo espirito Delfos, ob. cit. pagina 69, 1 parágrafo, quando afirma que a "Fé sem ciência é fanatismo; ciência sem fé pode ser loucura".

Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. XIX – «A Fé Transporta Montanhas »-, podemos analisar e demonstrar sob um prima puramente cientifico o que o meigo Amigo queria nos transmitir há mais de 2000 anos:

"Quando ele veio ao encontro do povo, um homem se lhe aproximou e, lançando-se de joelhos a seus pés, disse: Senhor, tem piedade do meu filho, que é lunático e sofre muito, pois cai muitas vezes no fogo e muitas vezes na água. Apresentei-o aos teus discípulos, mas eles não o puderam curar. Jesus respondeu. dizendo: Ó raça incrédula e depravada, até quando estarei convosco? Até quando vos sofrerei? Trazei-me aqui esse menino. - E tendo Jesus ameaçado o demónio, este saiu do menino, que no mesmo instante ficou são. Os discípulos vieram então ter com Jesus em particular e lhe perguntaram: Por que não pudemos nós outros expulsar esse demónio?

- Respondeu-lhes Jesus: Por causa da vossa incredulidade. Pois em verdade vos digo, se tivésseis a fé do tamanho de um grão de mostarda, diríeis a esta montanha: Transporta-te daí para ali e ela se transportaria, e nada vos seria impossível. (S. Mateus, cap. XVII, vv. 14 a 20.)"

Item 5. "O poder da fé se demonstra, de modo directo e especial, na acção magnética; por seu intermédio, o homem actua sobre o fluido, agente universal, modifica-lhe as qualidades e lhe dá uma impulsão por assim dizer irresistível. Daí decorre que aquele que a um grande poder fluídico normal junta ardente fé, pode, só pela força da sua vontade dirigida para o bem, operar esses singulares fenómenos de cura e outros, tidos antigamente por prodígios, mas que não passam de efeito de uma lei natural. Tal o motivo por que Jesus disse a seus apóstolos: se não o curastes, foi porque não tínheis fé."

Lígia Almeida, médica especialista em Geriatria com sub-especialização na Cardiologia Geriátrica. Pós-graduada a nível de Mestrado em Bioquímica e Farmácia pela Universidade de São Paulo, Brasil.

Presidente da AME Porto – Associação Médico-Espírita da Área Metropolitana do Porto www.ameporto.org


sábado, 21 de novembro de 2009

A Propósito das Curas Espirituais

Arquimedes Estrázulas Pires

Nem tudo é passível de cura espiritual e nem toda a religiosidade que impregne as pessoas será capaz de fazê-lo. Porque há resíduos cármicos, produto de plantios ancestrais, que precisam ser devolvidos – obrigatoriamente! – à natureza, para que o perispírito, uma vez limpo de tais agregados, possa ensejar ao espírito, vôos mais altos em sua jornada evolutiva. Interromper certos resgates só fazem atrasar a viagem; porque a colheita é obrigatória!

No entanto, o itinerário e o tempo da marcha é opção de cada um; é possível abreviar o resgate; é possível obter a cura através da ação mediúnica; mas somente nos casos em que o indivíduo já tenha sido suficientemente transformado pela prática do bem e do perdão, pela vivência do sofrimento e pelo desejo de ser cada vez melhor.

Pessoas que desencarnam em razão de doenças terríveis que não puderam ser curadas pelos médicos da carne ou pela Espiritualidade, é porque ainda precisam do sofrimento para continuar sua caminhada rumo à Luz! Provavelmente ainda retornarão padecendo de males semelhantes, mas dia virá em que, purificados pela divina terapia das reencarnações sucessivas, ascenderão a planos de onde jamais voltarão à dor e à desesperança.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

É preciso saber



Arquimedes Estrázulas Pires

Estamos adentrando a ante-sala da Nova Era e aí não há lugar, tempo ou espaço para sentimentos de natureza inferior.

Muito mais do que a alimentação desregrada ou inadequada, o que sentimos negativamente é que nos causa os maiores prejuízos físicos e espirituais.

Claro, sabemos que sentimentos inferiores, como o ódio, a raiva, o rancor, o ressentimento, os complexos de inferioridade e o desamor induzem o metabolismo do ser humano à depressão e à liberação de toxinas que envenenam e matam; se não de um jeito fulminante, como nos ataques cardíacos, lenta e vagarosamente, em doenças como o câncer, um dos mais cruéis resultados de todos esses sentimentos que irradiam energias de baixa frequência e alta densidade.

Mas também sabemos que muito poucos de nós estão capacitados, pelo exercício diário de sentir e pensar bem e positivamente, a não permitir a liberação dessas toxinas e de tais energias.

Seria muito bom que pudéssemos fazer isso naturalmente, porque o que não puder ser drenado para a natureza, aqui e agora, terá esse fim em outra oportunidade da existência; com base na Lei de Causa e Efeito é exatamente isso o que acontece quando não aprendemos a orientar, de forma planejada, os rumos que desejamos dar ao nosso tempo de existir.

Como os exemplos são instrumentos de altíssimo rendimento e precisão no direcionamento do comportamento humano, é fundamental que nos espelhemos nos melhores; certamente, assim vibraremos em frequências mais altas, irradiaremos energias que produzem alegria, termos mais felicidade e, por consequência, teremos saúde, experimentaremos Paz e inspiraremos AMOR!

Além dos prejuízos causados ao corpo físico, os desequilíbrios energéticos provocados por sentimentos de baixa frequência podem, inclusive, lesar o próprio perispírito. E isso poderá demandar diversas reencarnações para que a recuperação se dê satisfatoriamente.

Claro está, portanto, que não devemos descuidar da necessária, urgentíssima e inadiável reforma íntima; se apenas nós somos responsáveis por todas as coisas que nos acontecem, de bem ou de mal, não é inteligente descuidar das virtudes básicas recomendadas pelo Cristo; dentre elas o Amor e a Caridade.

Sabemos ser impossível dar ao próximo o que nem a nós mesmos estamos habituados a dar; para sermos amorosos e caridosos no trato com nossos semelhantes precisamos, antes, ser tudo isso com o nosso corpo e com o nosso espírito.

Sabemos também que nenhuma reforma é possível sem um pleno conhecimento da porção a ser reformada; de um prédio, de um automóvel, de uma roupa, de uma estrada...

O primeiro passo, quando se trata de reforma íntima, é buscar conhecer o que ainda não conhecemos sobre “quem somos, de onde viemos e para onde vamos.”

A literatura espiritualista, espiritista ou a que nos dá mais recentemente o Universalismo Crístico, está cheia de caminhos que nos levam ao conhecimento de nós mesmos através de ensinamentos sobre o “de onde viemos e para onde vamos”.

Então será possível arregaçar as mangas e começar as transformações que nos darão a configuração necessária aos que viverão os tempos da Nova Era.

Paz e Luz!

domingo, 25 de outubro de 2009

“Um Tempo de Transparência”



Fonte: http://www.Selacia.com

Cortesia: Ysolina Martins

Tradução: Arquimedes Estrázulas Pires

A partir do ano 2010 será muito mais difícil esconder a verdade. As paredes que separam a realidade, da ficção, serão enfraquecidas sob a força da consciência de luz que está aflorando na humanidade. A transparência será o lema dos novos tempos.

O que significa isso e quanto é relevante para vocês, os Divinos Feitores da Mudança?

Em nível global significa que muitas das disparidades e disfunções de seu mundo sairão das sombras da ignorância. Enquanto isso estiver acontecendo, as situações que há muito tempo estão fora de equilíbrio serão vistas e reconhecidas como desnecessárias e prejudiciais, muito mais do que no presente.

Do mesmo modo, as verdades universais sobre a energia e a interconexão entre os seres vivos, emergirão até a corrente principal de pensamento, compreensão e entendimento, com velocidade acelerada.

Em todo o Planeta haverá uma sensação crescente da consciência de que muitas coisas não são, realmente, como pareciam ser.

Até muito recentemente era como se essa corrente principal permanecesse guardada em uma caixa, embrulhada e amarrada fortemente com um cordão. O ano 2010 anuncia um afrouxamento adicional do cordão em volta da caixa.

As coisas do pensamento convencional externo, em que vocês acreditaram durante tanto tempo, receberão uma referência digna da crença geral de que têm origem em fontes pouco prováveis ou até inimagináveis.

Não se surpreendam quando ouvirem que algumas figuras públicas, de grande destaque, declaram acreditar que exista vida em outros planetas. Estejam preparados, também, para anúncios de cura para enfermidades devastadoras, como o câncer, por exemplo. Algumas enfermidades poderão até receber nova classificação, à medida que os pesquisadores compreendam como funcionam os sistemas de energia interconectados no corpo humano.

A história do Planeta também será vista sob o efeito de lentes especiais. Porque os responsáveis pelas grandes tomadas de decisão - e a comunidade científica internacional - estarão em luta permanente e determinada pela descoberta de soluções para a imensa lista mundial de inquietações que têm surgido para a humanidade terrena.

As pessoas que aparentemente não estavam despertas, começarão a conectar-se entre si, desejosas de uma vida mais centrada no coração. Esse desejo – muitas vezes incompreendido - abrigará a recordação da existência de uma força espiritual que está no centro de cada Ser. Essa é a “Centelha Divina” que está no interior de toda a vida.

As sensações iniciais desse recordar – então ainda difuso - serão à maneira de um descontentamento generalizado. Quando o descontentamento crescer suficientemente, as pessoas começarão a questionar-se mais profundamente e então pedirão coisas diferentes daquelas que até então tinham como suficientes à sua existência.

Compreendendo os outros

Isto está sendo mencionado aqui para que vocês conectem-se aos outros com mais facilidade e unam-se, como numa linha de pontos, quando seus amigos, colegas e seres amados comecem a despertar e agir diferente do que até então. É possível que vocês fiquem maravilhados com esse despertar, mesmo que tudo possa lhes parecer desconcertante.

Por parecer que a irritação e o descontentamento serão devidos a coisas produzidas por vocês mesmos, no passado, não será raro que muitas perguntas sejam colocadas em absurdos debates e queixas. Seguramente o que tiverem feito será um catalisador para o descontentamento, mas não a razão para tal.

Nada será pessoal! Se puderem recordar isso quando forem arremessados ao centro do caos do despertar de outra pessoa, será mais fácil para que possam encontrar seu próprio centro de referência e consciência.

Durante o ano 2010 terão muitas oportunidades para lapidar suas capacidades de discernimento. À medida que a transparência das verdades universais for aumentando, terão muito em que pensar e muito a examinar.

Haverá, no entanto, muitas informações fidedignas que sairão da luz envoltas em mentiras; isso poderá significar que parte do que lhes será mostrado será verdadeiro, mas o quadro total poderá estar distorcido. Alguns, fingindo ser transparentes, apresentarão uma mistura de informações feitas de meias verdades.

Para que estejam certos sobre o que virem e ouvirem, a verdade será mostrada em todas as suas cores, no momento apropriado.

As inconsistentes roupas da ignorância não poderão ser mantidas por mais tempo, enquanto o Planeta evolui para uma consciência mais elevada. Quando a humanidade disser sim ao bem, estará transformando o mal, eliminando a má vontade e permitindo que a verdade seja cada vez mais transparente.

Vocês como Feitores da Mudança

Vocês não devem esquecer que, como Divinos Feitores de Mudanças, estão na Terra agora para compor a vanguarda das mudanças necessárias para a elevação do Planeta de vocês, à Luz. Ser um Feitor de Mudanças, no caso, significa estar se movendo em direção à Criação Consciente e aí retomando o poder que lhe pertence por direito Divino.

Vocês estão sendo influenciados positivamente pela Espiritualidade e já reconhecendo que provém Dela. Já estão de posse dos meios para retornar à existência centrada no coração; sua natureza verdadeira. Observem que a maioria de vocês esqueceu sua herança Divina e aprendeu a manter-se desconectada entre si e da força de Deus, O Alimento da vida.

Devido à consciência e às experiências antigas, adquiridas na viagem através da existência, a maioria de vocês está entre aqueles que já apresentam um bom nível de conhecimento, nestes tempos de crise planetária. Lembrem-se, porém, que o fato de estarem mais ou menos perto da Luz não os faz especiais ou melhores do que o seu próximo. Apesar disso, sua Luz e a forma pela qual podem expressar-se pode ser de imensa ajuda a outros que estão nas fases preliminares do despertar.

Essa Luz, que muitos de vocês já apresentam, também pode ser uma força benfeitora e fundamental para outros trabalhadores da Luz, que estão fazendo sua viagem de aperfeiçoamento ao lado de vocês, com esforço conjugado. Esses companheiros de jornada precisam saber que não estão sozinhos. Vocês devem passar a eles a certeza de que esse é – e deve continuar sendo – um esforço grupal. Todos devem ajudar-se mutuamente pra que possam mover-se mais facilmente através do caos, permanecendo lúcidos e conscientes. Cada um pode e deve ser a âncora que dá segurança a todos os demais.

As pessoas, cada uma em sua esfera de influência energética, estão enfrentando desafios semelhantes; são incertezas, mudanças circunstanciais, reconfiguração econômica, caos em curso e todo tipo de relações tensas. Essas pessoas enfrentam tudo isso sem se perguntarem se estão preparadas como vocês estão. Nesta vida, como em vidas passadas, vocês têm cumprido deveres e tido lições e experiências em que muitos estão sendo iniciados apenas agora. Esse estágio relativamente avançado em que estão os ajudará muito, em 2010.

Um fator que os está ajudando muito, ainda que não o saibam, é que já aprenderam usar ferramentas de grande utilidade para fazerem frente a tantos problemas. Já aprenderam, por exemplo, como usar a intuição para enfrentar problemas fundamentais da existência.

Também aprenderam que a chave para a paz é o exercício para criar paz; o que se consegue com pensamento, sentimento e vontade.

Ninguém mais tem dúvidas sobre o fato de que a relação de cada um com seu próprio espírito é o elemento que agrega e recoloca nos devidos lugares as peças importantes da existência de cada um, que até então estiveram fora do lugar; mas também podem agir em sentido oposto, se não houver equilíbrio nessa relação.

Este é o tempo para todos vocês colocarem em prática o que já aprenderam. É importante que atuem em todas as frentes que já conhecem. Façam isso, mesmo quando perceberem que ainda não têm todas as respostas.

Comecem! E verão que a cada dia mais respostas lhes chegarão; e isso acontecerá à medida que as necessitem.

Confiem! E suas ações, repletas de Luz, farão a diferença em todas as coisas que possam influir no progresso de sua própria alma e no futuro de sua amada Terra.

Lembrem-se de que os seres humanos têm uma ideia distorcida, do tempo. Pode parecer que ninguém esteja preparando-se para a grande mudança de vida sobre a Terra. Para o olho desatento, a confusão que presentemente se observa pode parecer um fenômeno recente. No entanto, isso não corresponde ao jeito como o Universo se comporta. À medida que compreendam mais e mais, verão que trata-se de uma realidade conhecida por muitos: a vida evolui em ciclos que se movimentam e se renovam continuamente.

O ciclo do atual processo de despertar de consciências na Terra vem ganhando impulso durante milhares de anos. Porém, agora, esse processo está sendo amplificado em sua intensidade e isso significa uma quebra mais rápida das correntes que por muito tempo mantiveram a humanidade aprisionada nos porões da ignorância. A quantidade de conhecimento e a transparência em relação a todos os aspectos que envolvem a sociedade humana estão aumentando, visível e rapidamente; isso é significativo e da maior importância!

A Transparência e a Grande Mudança

A tendência de uma maior transparência não tem nada a ver com política, religião ou desejos e interesses especiais de pessoas ou grupos. Do mesmo modo, não tem nada a ver com o que está certou ou errado. A marcha global para uma clareza maior, no campo do conhecimento, caminha lado a lado com o aumento da vontade de ser e saber, de pessoas de todas as idades. Essa mudança importante implica um enfraquecimento das algemas da ignorância, que têm mantido as massas na escuridão do conhecimento.

Muitos dos problemas que têm afetado a humanidade foram criados ao longo de muito tempo, embora só agora estejam começando a ser compreendidos por ela. Mesmo assim é preciso compreender que a marcha evolutiva para os espíritos ainda encarnados na Terra se desenvolve através de ciclos contínuos, durante os quais as energias disponíveis no Planeta vão sendo renovadas; esses ciclos são conhecidos como “eras”.

Em cada época há uma tendência de incluir coisas na lista do esquecimento; coisas que aconteceram em outros tempos e que agora fazem parte da lista esquecida. Inclusive dos nossos talentos individuais e dos nossos defeitos de caráter. À medida que a lembrança é ativada, a resposta individual – que depende da evolução e do estado de consciência da pessoa enquanto “ser criado” - é confrontada com a mudança real da verdade.

Neste exato momento a vida no planeta Terra está sofrendo uma transformação sem precedentes; em grande escala! Em nenhum outro tempo a humanidade foi solicitada a tal estado de questionamento e reflexão. Tanto sobre o que é real, quanto sobre o que deve observar mais de perto para descobrir jeitos de adaptar-se.

Até mesmo para vocês que são Trabalhadores da Luz já experimentados é possível ocorrer estados de ansiedade, quando descobrirem que todo o treinamento inicial que tiveram, na vida, não foi suficiente para prepará-los para o nível de desapego que agora está em marcha. Sejam gentis e amáveis com vocês mesmos, agora que estão descobrindo que há luz, além da escuridão. Haverá dias em que as coisas serão mais fáceis e, outros, em que tudo será mais difícil.

Retirando as viseiras

Em muitos casos será como o cavalo de corrida ao qual depois da prova retiram-se as viseiras antes de soltá-lo ao pasto aberto. Algumas vezes ele responderá como se fora selvagem, correndo tão rápido quanto pode, em direção à liberdade, mesmo que não tenha em mente nenhum destino específico.

Outras vezes o cavalo mover-se-á suavemente e sem esforço, até o campo aberto, sentindo-se confiante e feliz. Em determinadas ocasiões poderá ficar em pé, no lugar, imóvel e aturdido. Se estiver suficientemente exasperado poderá agitar-se e escoicear o treinador, em gesto de rebeldia. Se for solto com outros cavalos, no entanto, o seu instinto de manada poderá entrar em ação e, nesse caso, seguirá a égua líder dominante, sem qualquer outra preocupação.

Muitas vezes as pessoas agem de modo similar ao cavalo de raça que está sendo enfrenado; sentem necessidade de fazer mudanças radicais e de formular perguntas, sem influência externa. Mesmo havendo uma sábia tendência de fechar-se para as restrições, é normal que não vejam com muita clareza sobre onde estão se escondendo. Poderiam ver tudo com mais desembaraço se tivessem mais experiência e mais confiança em sua sabedoria interna e em seu coração.

Sem um plano inteligente a pessoa que se esconde de si mesma jamais estará em situação melhor do que antes.

De forma semelhante, frequentemente as pessoas permitem que o medo se transforme em força imobilizante que as impede de realizar grandes coisas.

Esse empacotamento da capacidade mental, que o medo e os apegos provocam, é um obstáculo seríssimo; especialmente nestes tempos em que há a tendência de as pessoas sentirem-se sozinhas e desejarem interagir com outras.

Dez perguntas para o ano 2010

Para evitar ser como o cavalo de corrida, selvagem, no ano 2010, aqui está uma lista de 10 perguntas que poderão ser feitas regularmente. Voltem a elas cada vez que desejarem maior clareza sobre as coisas ou quando desejarem um foco mais firme sobre elas; quando desejarem mais equilíbrio e mais confiança na sua luz interior:

1 Enquanto considero uma situação ou um tema, estou observando tanto os detalhes relevantes como a situação principal?

2 Qual é a peça chave que está faltando na informação que me permitirá o necessário conhecimento sobre um tema ou situação?

3 O que está me impedindo de ver o que preciso ver?

4 Como é que posso estar sabotando meu próprio progresso?

5 De que maneira estou entregando meu poder?

6 Qual é a única mudança que poderia fazer em minha vida para desfazer, radicalmente, o condicionamento rígido do passado e transmutá-lo para um estado mais iluminado?

7 Quando ouço notícias mundiais da atualidade e as comparo com as profecias sobre o ano 2012, como saber o que é verdadeiro, o que me incute medos e quais delas me causam a sensação de esperança em maior grau?

8 Quando sou mais transparente e verdadeiro comigo mesmo, com meus semelhantes e com o mundo à minha volta, quão confortável me sinto?

9 Que coisas tenho medo de saber sobre mim mesmo?

10 Já me lembrei, hoje, que sou um Divino Feitor de Mudanças; e tenho consciência sobre o que significa isso?

Sua Única Escolha

Vocês terão, realmente, uma escolha a fazer quando chegar a hora da mudança. Estarão sentindo-se como verdadeiros Divinos Feitores de Mudanças, ou estarão permitindo-se ser vítimas das mudanças?

Quando sentirem-se necessitados de continuar a viagem para redescobrir sua natureza Divina, nós os envolveremos com o nosso amor e com as nossas bênçãos. Nós somos O Conselho dos 12.


Copyright 2009 by Selacia, Canal para El Concejo de los 12,
* All Rights Reserved *
http://www.Selacia.com Traducción al español: Alicia Virelli

=> cortesia de Ysolina Martins